LOADING

Type to search

Entretenimento

Os artigos mais clicados da semana| 4 a 10 de Fev

Equipa BANTUMEN 11/02/2018
Share

O amor de Hernâni da Silva pelo Arsenal FC é o tema da nova mixtape do rapper moçambicano disponível gratuitamente desde 5 de fevereiro.

O líder da Pirline esteve por Lisboa em conversou com a BANTUMEN sobre os novos tempos da sua label. O Roger LS apresentou o seu último EP Filho da Lalinha, de três faixas em homenagem à sua falecida mãe.

Quincy Jones questionou a integridade de Miguel Jackson acusando-o de roubar muitas canções. Para terminar, Edy Breezy explicou o seu foco na carreira e contou os planos para o próximo trabalho.

1. Hernâni da Silva mostra amor pelo Arsenal FC em “The Wenger Out Mixtape”

Hernâni da Silva Mudanisse fez-nos chegar este domingo, 4 de fevereiro, o seu novo trabalho The Wenger Out Mixtape e o seu novo single “Pensamento Dum Egoísta”.

O título da mixtape mostra o quão fã é o rapper moçambicano do Arsenal FC. Wenger Out é um termo usado pelos adeptos do clube depois de vários anos sem títulos.

2. Reptile fala sobre os novos elementos e a nova era da Pirline

Conversámos com o rapper angolano Reptile, dias depois do lançamento do novo álbum da Pirline A Voz do Povo. O projecto foi disponibilizado no dia 29 de janeiro em todas as plataformas digitais.

O líder da Pirline esteve por Lisboa e como é óbvio não podia de deixar de conhecer um dos espaços mais emblemáticos do Bairro Alto. Estamos a falar do primeiro café exclusivo de cereais em Portugal, a “Pop Cereal Café“.

3. “Filho da Lalinha”, o novo EP de Roger LS

Filho da Lalinha é o segundo projecto a solo de Roger LS e o seu primeiro EP. Composto apenas por três faixas mas com um grande significado emocional para o rapper da Linha de Sintra.

Depois do trabalho em colaboração com o amigo e parceiro Izzy no EP Mares Vivas, lançado em julho do ano passado, este é o primeiro trabalho de Roger, em 2018. O projecto foi lançado como homenagem à sua mãe que já morreu.

4. “Michael Jackson era tão maquiavélico como é possível ser-se”

“Não gosto de o dizer publicamente, mas Michael roubou muita coisa, ele roubou muitas canções”, declarou Quincy Jones, produtor de 84 anos, que participou na criação dos lendários álbuns Thriller e Bad.

“Ele era tão maquiavélico como é possível ser-se”, acrescentou, numa entrevista concedida ao ‘site’ Vulture, apontando o dedo às semelhanças entre “Billie Jean”, cuja produção assegurou, e a canção “State of Independence”, da rainha da ‘Disco’ Donna Summer, igualmente produzida por Quincy Jones e lançada alguns meses antes.

5. Edy Breezy focado em lançar a nova mixtape

A paixão de Edy Breezy pelo rap começou aos 14 anos, quando pratica batalhas de freestyle entre brincadeiras com os primos. A música começou a ganhar um lugar de destaque na sua vida depois de ser convidado pelo rapper e amigo Delcio Dollar para participar em “Linhas”.

Tags:

You Might also Like