O sono é um dos principais factores a ter em conta para que a nossa saúde esteja bem. Uma boa qualidade e tempo de sono são fundamentais para que isso aconteça. Mesmo depois de vários alertas sobre as consequências de noites mal dormidas, as pessoas continuam a não ligar ao quão importante ter uma boa rotina de sono, principalmente para o nosso organismo.

Ler + sobre as escolhas musicais da semana by BANTUMEN

A revista Nature Medicine publicou, esta semana, uma investigação da Universidade de Tel Aviv, Israel, que confirmou que dormir pouco traz consequências à saúde mais pesadas do que ingerir álcool.

“Descobrimos que a falta de sono reduz a capacidade dos neurónios funcionarem, causando lapsos cognitivos,” adiantou um dos mentores do estudo, Itzhak Fried, ao site Medical News Today. Em entrevista, Fried adiantou ainda que a falta de sono afecta a nossa reação a tudo ao longo do dia.

A privação de sono afecta tanto quanto o excesso de consumo de álcool, prejudicando a performance das pessoas causando perdas de memória, como lapsos de concentração resultando num número maior de acidentes.

Os cientistas israelitas contaram com a ajuda de investigadores norte-americanos, da Universidade de Los Angeles, Estados Unidos da América, que realizaram exames cerebrais a 12 pessoas com epilepsia.

Subscreve a nossa NEWSLETTER semanal