Últimas de Viagens

Três pontos turísticos de passagem obrigatória no Porto

Por Mauro Bacalhau

O Porto é a segunda maior cidade de Portugal e é a região que deu origem ao nome do país, ainda na época romana quando se designava por Portus Cale (200 a.c.). A cidade tem-se transformado e reabilitado para dar lugar a um dos destinos turísticos favoritos na Europa, sendo que Portugal é dos países do velho continente que mais tem beneficiado da chegada de estrangeiros, com um crescimento de 24,9%, o maior de todos, nos primeiros meses deste ano, depois de em 2016 “ter registado um crescimento de dois dígitos que se está a prolongar em 2017”, revela a Comissão Europeia de Viagens.

CloakRoom guarda a tua bagagem enquanto vais passear

A BANTUMEN listou três lugares preferidos dos turistas, onde podes ter vais conhecer algumas das melhores vistas da cidade do Porto.

 

Torre dos Clérigos

 

O arquiteto italiano Nicolau Nasoni projectou a Torre dos Clérigos, no século XVIII. Com 1763 metros de altura o monumento é o actual ex-libris da cidade. A magnifica construção de fora é a Igreja dos Clerigos situa-se no topo da Rua dos Clérigos, entre as ruas de São Filipe Néri e da Assunção. É no topo do edifício que a paisagem tira o folego não só pela vista, mas também pelos 240 degraus necessarios para chegar até lá.  A entrada custa cerca de 3 euros e o monumento está aberto todos os dias, das 9h às 19h.

 

Ponte D. Luís I

Existem, ao todo, seis pontes no Porto que permitem cruzar o rio Douro e chegar a Vila Nova de Gaia. Sem dúvida, a mais famosa  delas é a Ponte D. Luís I, construída entre 1881 e 1888, pelo engenheiro belga Théophile Seyrig, que já tinha trabalhado anteriormente com Gustave Eiffel, arquitecto da Torre Eiffel, em Paris. É possível cruzar a ponte D. Luís a pé pelos tabuleiros inferior (onde também passam carros) ou superior (onde passa o metro). Independente da altura, a vista será sempre bonita, não só da cidade, mas também da ponte em si.

Terreiro da Sé

Em frente à Sé do Porto fica um terreiro que, até aos anos 1940, era ocupado por outros prédios de aparência medieval.Porém, a ditadura de Salazar, o Estado Novo, ordenou a “limpeza” dessa área, criando uma nova praça que tem no seu centro um Pelourinho, construído em 1945 como remate das obras de reestruturação da zona.

Apesar da trágica história de tanta arquitectura perdida de estruturas da era medieval, é no Terreiro da Sé do Porto que podes encontrar uma excelente vista da cidade. A zona é perfeita para capturar fotos fantásticas, considerando a vista imperdível.

Subscreve a nossa NEWSLETTER semanal

Mauro Bacalhau

Mauro Bacalhau

Angolano, apaixonado por viagens, música, moda e fitness e muito mais, começou nos blogues e chega-nos agora à BANTUMEN para partilhar as suas paixões.

Artigos relacionados