Conciliar os prazos rígidos exigidos pelo trabalho, a família e todas as obrigações inerentes a esta e ainda realizar-se pessoalmente faz com que ande constantemente em stress e isto trás consequências graves para sua saúde física e mental.

Porém, manter uma alimentação equilibrada e saudável, incluindo alguns alimentos chave, irá contrariar os efeitos esgotastes que uma vida stressante pode trazer.

Especialistas tentaram perceber quais os alimentos que ajudam a tornar-nos mais relaxados em momentos de stress. Nós revelamos-lhe tudo:

  1. Vegetais de folhas verdes: Legumes e frutas verdes ajudam a produzir dopamina, um neurotransmissor que influencia a sensação de calma.
  2. Peito de frango: os aminoácidos presentes na proteína de peru, ajudam a produzir serotonina, um químico que regula a fome e induz o sentimento de bem-estar e felicidade.
  3. Papas de aveia: para além das características saciantes, as papas de aveia são substitutos calmantes dos doces e petiscos. A serotonina é uma substância usada em antidepressivos e os hidratos de carbono presentes na aveia estimulam o cérebro a produzi-la.
  4. Iogurte: os iogurtes são ricos em probióticos e estes atuam em zonas do cérebro associados a emoções como o stress.
  5. Salmão: os ácidos gordos presentes neste peixe têm propriedades anti-inflamatórias que condicionam os efeitos das hormonas de stress. Estes ácidos gordos reduzem até 20% da ansiedade.
  6. Mirtilos: alimentos como os frutos de bagas são antioxidantes e ricos em fitonutrientes, contribuindo assim para as defesas do organismo. Estudos mostram que os mirtilos aumentam os glóbulos brancos, que são as nossas células de defesa e imunidade, logo, os mirtilos são um alimento essencial no combate ao stress.
  7. Chocolate negro: O chocolate com maior percentagem de cacau é o ideal, mas em moderação, um quadrado, não uma tablete. Este é rico em antioxidantes, que estão presentes no cacau e ajudam a nivelar a pressão arterial, melhorando a circulação sanguínea.
  8. Abacate: Este superalimento ajuda-o a sentir-se saciado e satisfeito, sem engordar. Pois é, quanto mais melhor, estudos dizem que quem inclui abacate na refeição reduz cerca de 40 % do desejo de comer mais, nas três horas a seguir á refeição.