Imortalizado em monumentos, estatuas gregas e grafitis em casa de banho por todo o lado, o pénis é capaz de ser o orgão humano mais famoso e melhor estudado do planeta.

Mas apesar do seu perfil descomunal no imaginário popular, o membro masculino ainda tem alguns segredos para revelar. Desde o tamanho ideal, à sua forma, aqui se encontram sete factos sobre o orgão sexual masculino.

Imagem 692

  1. Vergonha Peniana 

A ansiedade peniana é real e comum: num estudo publicado em Setembro de 2013 no Jornal de Medicina Sexual Britânico, 30% dos homens estavam insatisfeitos com o tamanho do seu pénis. Alguns homens são tão stressados com o tamanho do pénis ou com a forma, que o seu desempenho sexual é extremamente afectado.

2. Exibicionismo ou Produção

Já diz o velho ditado: Alguns homens são só exibicionismo, outros são produção. É impossível saber o tamanho de um pénis erecto, quando este está flácido. O tamanho não é tudo, tem de saber como dar prazer à parceira e como se satisfazer a si, o sexo não é só penetreação, lá está, produção.

Mid adult couple lying in bed

3. Factos sobre o prepúcio

Quando os bebes nascem, o tecido do prepúcio (pele que cobre a glande) é fundido à glande do pénis. No ventre, o prepúcio evoluiu a partir do mesmo tecido que cobre o clitóris.

A superfície interior do prepúcio é composta por membranas mucosas, semelhantes ás encontradas no interior da pálpebra ou da pele da boca, tornando-se um local húmido. Aquele ambiente único pode ser responsável pelo aumento da taxa de transmissão das DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis), associadas aos homens não circuncidados.

O prepúcio tem também em abundância células de Langerhans, as células imunes infiltradas pelo HIV. Isto pode explicar porque os homens circuncidados, em África, apresentem 60% de baixo risco de infecção de HIV por relações sexuais. Mas isto não quer dizer que não contraiam a doença, 15,2 % da população mundial infectada é Africana e destes, 2 a 5% da população infectada é angolana (entre os 15 e os 49 anos). Proteja-se e use o preservativo.

122612-national-week-polls-sleeping-pajamas-sleep-man-dream.jpg.custom1200x675x20.dimg cópia

4. Acção noturna

Querendo ou não, devido ao trabalho e as tarefas do dia-a-dia, os homens acabam por passar o dia em celibato, o seu pénis acaba por trabalhar à noite. Muitos homens têm entre 3 a 5 erecções á noite, durante a fase de sono. Os pesadelos mantém aparentemente o membro masculino em forma — pénis que não experimentam erecções regulares, arriscam-se a perder a sua elasticidade e a encolher.

Por estes factos serem o processo básico de fisiologia, muitos médicos perguntam aos pacientes se têm erecções noturnas, para determinar a causa da disfunção eréctil.

3022534-slide-s-1-a-surgeons-review-of-google-glass-in-the-operating-room

5. Anomalias penianas

Muito raramente um homem pode nascer com dois pénis, uma condição que afecta cada 5 a 6 Milhões de homens e é conhecido por difalia. Infelizmente, esta condição não significa dupla diversão: ambos os orgãos são raramente totalmente funcionais e a condição vem muitas vezes com outras anomalias na área genital, que requerem cirurgia para corrigir.

Homens com outras condições penianas designadas priapismo, sofrem de uma erecção persistente que não passa durante quatro horas. Normalmente, a causa é a falha do retorno do sangue do pénis ao resto do corpo, contudo é ocasionalmente encontrada em pessoas com anemia falciforme ou leucemia. A situação é por norma uma situação de emergência, que requer uma injecção de pseudoepinefrina, para contrair os músculos lisos do pénis.

6. Importância do tamanho 

Quando se fala de pénis, o tamanho conta — pelo menos para algumas mulheres. As mulheres que são mais propícias a ter orgasmos vaginais dizem que é mais fácil atingir o orgasmo, com um homem que tenha um pénis grande, de acordo com um estudo do Jornal da Medicina Sexual, em 2012. Pensa-se, não se sabe exactamente porque, um pénis maior seja capaz de estimular melhor a vagina e o colo do útero, diz um estudo da Universidade do Oeste da Escócia. Em 2013 um estudo da Academia Nacional de Ciências Americana, reporta que as mulheres dizem que o tamanho ideal do pénis varia consoante a altura de um homem, que um orgão maior fica melhor a um homem mais alto.

o-banana-facebook

7. Média do pénis

A média do tamanho de um pénis erecto é de 14 cm, de acordo com estudos efectuados em 2013 pelo Jornal da Medicina Sexual, com 1,661 homens inquiridos. Mas a variedade é a especiaria da vida, neste estudo haviam homens com pénis de cerca de 4 cm e outros com 26 cm de tamanho.

Nem todas as erecções eram criadas da mesma forma. Aqueles que mediam o pénis após sexo oral ou coito, apresentavam tamanhos maiores do que quando fantasiavam sozinhos, verifica o estudo. Para finalizar, porque reduz o fluxo sanguíneo no pénis, fumar pode encurtar a média do tamanho do pénis até 1 cm, também verificado cientificamente.