Alguns alimentos têm mostrado diminuir o risco de doenças cardíacas, através da diminuição dos níveis de LDL, o mau colesterol, e elevando os níveis de HDL, o bom colesterol. Se calhar já tem alguma noção dos alimentos benéficos para a diminuição do colesterol como o azeite, farinha de aveia e feijão, mas talvez fique surpreso ao descobrir que algumas das suas comidas preferidas podem também trazer uma melhoria no seu perfil de colesterol.

Alimentos benéficos:

shutterstock_81645955

Massa: Os antioxidantes existentes na massa, ajudam a controlar inflamações e  na produção de insulina, que por sua vez ajuda a reduzir os níveis de LDL e triglicéridos prejudiciais. Pesquisadores da Universidade de Harvard analisaram a alimentação de mais de 27,000 pessoas durante oito anos e descobriram que aqueles que comiam cereais integrais diariamente pesavam menos 1,13 kg, do que aqueles que comiam grãos refinados. Assim como as massas brancas consumidas com regularidade, mostram trazer benefícios.

Rührei auf einem Teller

Ovos Mexidos: Um estudo publicado no Jornal de Nutrição Americano, mostra que comer ovos aumenta o HDL, o bom colesterol, mas não o mau. Assim, os ovos ajudam as suas artérias a estar limpas. Noutro estudo, participantes com peso acima da média ingeriram 340 kcal no mata-bicho, estes consistiam em ovos mexidos ou um bagel (tipo de pão redondo), cinco dias por semana, durante oito semanas. Aqueles que ingeriram ovos reportaram melhores níveis de energia e perderam 65% do peso — sem efeito nos níveis totais de colesterol.

photo_hamburgers_bbq

Hambúrguer: A dieta ideal para a saúde do coração é balanceada entre as taxas de ácidos gordos omega-3 e omega-6. Enquanto que a carne convencionada em viveiro apresenta 1:20 na sua taxa de omega-3 e omega-6, a carne alimentada de pasto apresenta cerca de 1:3 — próxima ás taxas encontradas na maioria dos peixes. Além disso a carne alimentada de pasto apresenta duas vezes mais vitamina E e apenas 15% da gordura dos bifes comuns. Pergunte no talho antes de adquirir a carne, qual a proveniência do animal.

Almonds

Amêndoas: Quando pesquisadores estudaram pessoas que  ingeriam um punhado de amêndoas por dia, durante 23 semanas, eles descobriram que, eles não só não ganharam peso, mas também diminuíram a ingestão de calorias de outras fontes de alimentos não saudáveis, enquanto melhoram os fatores de risco cardiovasculares, como metabolismo lipídico e níveis de colesterol.

Chocolate: Estudos mostram que o chocolate negro pode melhorar a saúde cardiovascular, baixando a pressão sanguínea, reduzindo o mau colesterol, reduzindo os coágulos sanguíneos e aumentando o fluxo sanguíneo no cérebro.

288667_2480689018145_992253296_o

Pizza de anchovas: A magia da pizza de anchovas vem da combinação de peixe com alho. O peixe é rico em minerais como zinco, cobre, ferro e selénio, que funcionam como co-factores para melhorar a eficácia dos óleos de peixe, para baixar o colesterol. Adicionando o alho á mistura, reduz o colesterol total, melhor do que comer os dentes de alhos crus. Toda a combinação peixe/alho funcionará, mas poucas irão aparecer na sua porta em 30 minutos ou menos.

Alimentos prejudiciais: 

grilled-tilapia-fish-onion-sauce-1qfoodplatter-nigerian-food

Tilápia: Este peixe de água doce oriundo de africana, foi alvo de estudo em 2008 , estes mostram que comer peixes de viveiro como a tilápia pode realmente fazer mal a pessoas com doenças cardíacas. A razão é que este peixe é naturalmente baixo em omega-3 e baixo em omega-6, além disso é muitas vezes confeccionado panado ou frito, sendo possivelmente pior do que frango frito para o coração.

Apple-juice1

Sumo de Maçã: Uma maçã por dia pode manter o médico longe, mas quando descasca a casca rica em fibras, está a criar um processo alimentar que é elevado em açucares e baixo em fibras – uma receita perfeita para oscilações de açúcar no sangue, que aumentam os níveis de colesterol. Convencionalmente maçãs cultivadas têm tendência para serem ricas em pesticidas, este facto parece estar ligado á obesidade e síndromes metabólicos.

cube-all-tofu

Tofu: Não é suposto a soja baixar o colesterol? Um estudo mostra que tem de se comer 0,90 kg de tofu todos os dias, para baixar o seu mau colesterol 3%. Como resultado, cardiologistas não recomendam soja como um alimento saudável para o coração. Ainda assim, atualmente já muitos homens comem enormes quantidades de soja e estudos mostram que esta dificulta a formação e tonificação de músculos, e facilita o armazenamento de gordura.