É preocupante saber que os enfartes actualmente afectam cada vez mais os jovens e os homens em idade “produtiva” são os mais atingidos.

Especialistas apontam para o facto do aumento dos casos de obesidade, dos estilos de vida sedentários e a alimentação desequilibrada, como principais causas.

As sociedades não estão preparadas para que os homens jovens sofram um acidente vascular cerebral, seja em que país for. As empresas não têm formação nem meios para lidar com estes pacientes em recuperação. Estes têm dificuldades em regressar á vida ativa, para além de terem sofrido um problema de saúde grave, a maioria deles é dado como incapacitado, pois as empresas não sabem como integrar de novo estes jovens no mercado de trabalho. Aqui gera-se o outro problema, estes homens ficam sem trabalho e a viver em condições muito difíceis, mesmo para a sua recuperação.

avc-isquemico-vs-hemorragico

Outra explicação para o aumento drástico do número de jovens a sofrer enfartes, pode ser a consciencialização social deste problema, as pessoas actualmente já sabem o que é a doença e são capazes de detectar — o que é bastante importante para evitar os casos mais graves.

Sem dúvida que a melhor forma de prevenir é ir ao médico de família e fazer o Checkup anual. Existem factores que contribuem para este tipo de doença e se forem seguidos e tratados com antecedência, podem não progredir para estas situações graves. Cuide de si, mantenha-se informado e saudável.