Aconteceu este sábado, 30, o evento de premiação que já pode ser considerado o mais importante do mundo musical nacional, quer a nível de qualidade na organização quer pela diversidade de estilos musicais que distingue.

Na sua terceira edição, o Angola Music Awards decorreu na cidade de Saurimo e pela primeira vez foi realizado com o apoio do Governo e transmitido em directo pela Televisão Pública de Angola.

Yola Semedo é a artista da noite, premiada com quatro troféus (Artista Feminina do Ano, Melhor Semba, Música do Ano e Álbum do Ano), seguida por NGA com três (Artista Mais Popular da Internet, Melhor Rap/Hip Hop e Melhor Artista do Ano) e  Anna Joyce com dois (Melhor RnB/Soul e Artista Revelação do Ano).

Nas homenagens não poderia faltar o nome de Bangão. O senhor “Cuidado”, falecido neste mês de Maio e que deixa um legado único no seio do Semba. Já o prémio Carreira foi destinado a Barceló de Carvalho, Bonga, que na impossibilidade de comparecer no evento, deixou uma mensagem vídeo onde declarou: “Fico regozijado com este prémio, porque trata-se da casa, do cubico e é para Angola. O prémio caiu-me bem na Muxima pelo reconhecimento do meu valor. Ngassakilida.”

Daniel Mendes, antes da entrega do prémio de Melhor Música do Ano, aproveitou para realçar que “esta edição em Saurimo só foi possível com o apoio de várias entidades, destacando o empresário Santos Bikuku, que disponibilizou o transporte aéreo a partir da capital, e a Governadora da província da Lunda Sul, Cândida Narciso, que foi como uma mãe na realização desta gala”.

À imagem do que já acontece em vários países do mundo, o Angola Music Awards acontece anualmente para premiar os músicos e suas obras com maior destaque no ano anterior à realização da gala. A insistência da organização, na pessoa de Daniel Mendes, em transformar o Angola Music Awards num evento de excelência começa a dar frutos e como disse a Ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva: “este é um projecto que promete elevar os símbolos da nossa cultura ao seu expoente máximo, e espero que possamos continuar a ter eventos como este”.

Veja abaixo quem foram os vencedores da terceira edição dos Angola Music Awards.

Melhor Musica popular do Leste de Angola: Lemba Catchiokwe

Melhor Musica popular do Norte de Angola: Kaku Kyadaff

Artista mais popular da Internet: NGA

Melhor Rap/Hip Hop: NGA

Melhor Artista Masculino do Ano: NGA

Grupo do ano: Tchobari

Álbum do Ano: Yola Semedo (Filho Meu)

Melhor Kizomba do Ano: Yola Semedo

Melhor Artista Feminina do Ano: Yola Semedo

Melhor Semba: Yola Semedo

Melhor Produtor Musical: Mvula/Miguel Camilo

Melhor Gospel: Angospel (Meu Tudo)

Melhor Afro Jazz/World Music: Toto

Melhor Afro House Dance: bebucho Qui Kuia

Artista revelação do ano: Anna Joyce

Melhor RnB/Soul: Anna Joyce (Curtição – A resposta)

Música de Ouro: Ricardo Lenvo

Melhor Kuduro: Pai Latifa

Vencedor do Melhor Vídeoclipe: Coreón Dú

Melhor Dj: Paulo Alves

Prémio Carreira: Bonga

Música do Ano: Bruna Tatiana

Escrevo aqui e ali. Gosto de estórias que marcam histórias. Sou de Portugal, com veia cabo-verdiana, dois pés em Angola e coração em França. Africanidade, estilos de vida e música são os temas que me prendem a atenção, mas gosto de me distrair com politiquices e bizarrices.