Segundo o ranking da Bloomberg, que classifica as maiores fortunas individuais em todo o mundo, Amancio Ortega, o empresário espanhol dono do grupo Inditex, ao qual pertence a marca Zara, é agora o segundo homem mais rico do mundo.

A fortuna de Ortega é agora avaliada em 71,5 mil milhões de dólares e permitiu ao fundador do grupo que detém marcas como a Zara e a Massimo Dutti, ultrapassar o multimilionário norte-americano Warren Buffett, que até aqui detinha o segundo lugar.

Microsoft Chairman Bill Gates (L) looks on during a news conference at company headquarters in Redmond, Washington June 15, 2006. Microsoft announced that effective July 2008 Gates will transition out of a day-to-day role in the company to spend more time on his global health and education work at the Bill & Melinda Gates Foundation.  After July 2008, Gates will continue to serve as the companyÕs chairman and an advisor on key development projects.  Robert Sorbo/Microsoft/Handout
Bill Gates

Já Buffett surge agora em terceiro lugar com uma fortuna avaliada em 70,2 mil milhões de dólares, enquanto que na primeira posição permanece, intocável, o fundador da Microsoft, o norte-americano Bill Gates, com a sua fortuna avaliada nuns meros 85,5 mil milhões de dólares.

O jornal El País refere que Ortega Beneficiou de aumento de 8% registado nas lojas do grupo Inditex e também com o aumentos dos lucros e dividendos.Tudo somado permitiu ao Ortega aumentar a sua fortuna em 17% ao longo do ano. Isto fez com que o índice de mudança da Bloomberg tenha aumentado para 1,1 mil milhões de dólares nas contas de Ortega, enquanto que nas de Buffett, tivesse havido um decréscimo de 186,6 milhões de dólares.

Warren Buffett
Warren Buffett

A quarta posição deste ranking pertence ao empresário mexicano Carlos Slim, com uma fortuna avaliada em 68,3 mil milhões de dólares. Estes três senhores, Ortega, Buffett e Slim, têm nos últimos anos alternado as suas posições entre o segundo e quarto lugar, consoante as variações dos seus títulos accionistas. Na quinta posição temos um empate familiar, os Koch, donos maioritários do grupo Volkswagen. Charles e David Koch detêm ambos fortunas avaliadas em 50,3 mil milhões de dólares.

Este ranking é responsável pelo registo instantâneo das poupanças individuais dos homens mais ricos do mundo, sendo que estão sujeitas a alterações devido a movimentações registadas nos mercados bolsistas. Assim, a qualquer momento, pode haver um dia menos bom na bolsa, para um deles, levando a estas subidas e descidas de posições no índice da Bloomberg.