Lembras de quando eras adolesceste e esperavas a chamada da dama para se encontrarem? Ou quando tiravas e punhas a bateria umas 20 vezes para ver se não perdias a conexão e ela recebia as tuas mensagens?


Era a mesma época em que marcar alguma coisa com os teus amigos requeria uma maratona de chamadas telefónicas. “Tu avisas o Chiquinho. E diz-lhe para ligar ao Manu e chamar o Sérgio.” As mensagens eram tipo telegramas: “As 21:00 no largo, trás o CD, avisa o Zé.” Nada de conversas de horas infinitas.


Entretanto chegou a era do WhatsApp e com ela os seus grupos. Economicamente, foi a benção. Começaste a ser olhado com desprezo como o Wi que ainda enviava sms. No arrebatamento de todos os princípios, lá arranjaste um smartphone e com ele veio a tua inclusão no teu primeiro grupo do WhatsApp. Em pouco tempo lá estavas tu a escrever banalidades como “Tudo em Dia?”, “Que fazes?”, “Viste aquela mboa ontem no boda?”


Eras feliz, mas as catástrofes começaram a oprimir o teu telemóvel. Descobriste o modo de silenciar e este deu-te uma nova perspectiva. Mesmo assim o ecrã ainda acende a toda a hora mostrando as notificações, em todo o lado. Começaste a perder sensibilidade na ponta dos dedos e a sentir o telemóvel a vibrar no bolso mesmo quando este se encontra em cima da mesa.


Estás ocupado e pegas no telemóvel ao fim de 3 horas, aí estavam elas á tua espera: 370 mensagens novas. Pior, com as mensagens vêm as invasões das fotografias, a tua galeria fica entupida de fotos de bebidas, miúdas nuas, jogadores de futebol…
Calma, relaxa, Existem algumas soluções para que o caos não se instale na tua vida devido aos grupos do WhatsApp:

1.Sair de Algum
Sabemos que sair de um grupo do WhatsApp com elegância é mais difícil do que deixares de ter telemóvel. Mas, tu consegues. Escreve algo como: “Desculpem sair do grupo mas vou praticar Yoga”, “Vou sair porque já não tenho WhatsApp” ou “Vou deixar o WhatsApp porque me disseram que vai passar a ser pago”.

2. Criar um aplicativo que gere Trending Topics
Este vai criar resumos de uma conversa e dar-te uma ideia aproximada do que escrever “Aniversário, João, 22:00, prenda”, “Resumam por favor”.


3. Criar um aplicativo que crie “hahahahaha” e “;-)”
…de forma automática de 5 em 5 minutos.

4. Criar um aplicativo que escreva “Mãe estou bem, não vou dormir”
…de forma automática no grupo “família” no WhatsApp.


5. Contratar um amigo

…para que te ponhas a par da comunicação nos diferentes grupos do WhatsApp. Deve aumentar os custos face a um aplicativo, mas vê o lado positivo, vais ter as conversas e as fotos catalogadas temáticamente.

6. Vai com calma

Até porque no fundo tu curtes essa relação de amor-ódio com o WhatApp, essa espiral de auto-destruição comunicativa. E mantém-te alerta para aniversários, insignificâncias, fofocas e noticias dos teus amigos. E… Quando estás á seca, tens sempre alguém ali com quem meter conversa.