Provavelmente, foi durante uma decepcionante fornicação que Einstein teorizou sobre a relatividade. O tempo é relativo em relação ao tamanho, largura e profundidade. Mas infelizmente, vocês sabem bem que somos tão complexados sobre a duração das nossas performances sexuais como com o tamanho da nossa “maquinaria”.

Mas segundo a “sex-expert” francesa Maïza Mazaurette, a duração média de uma boa relação sexual é de cerca de 3 a 13 minutos. “What”? Sim, 3 a 13 minutos. E sim, provavelmente este estudo não foi feito em África. Adiante. Segundo Maïza, esta média não tem em conta o prazer feminino, que pode ser atingido em 2 ou em 20 minutos, dependendo do humor.

Portanto, depois de mais de cerca de 20 minutos de acção, acredite, mais vale parar, respirar um pouco, conversar sobre o tempo, “reaquecê-la” e voltar a acção. Caso contrário, corre o risco dela terminar a “sessão” sem prazer e constrangida.

Com isto, a expert explica num artigo da GQ Magazine que, a duração da actividade sexual não é importante. Pensar no tempo que vai demorar, se tem de ser rápido ou lento, só o vai abstrair do que realmente interessa. Deixe-se levar pelo prazer e não pelo relógio. O resto… é resto.