Nunca é demais relembrar que é necessário prevenir para não remediar. As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) podem ser contraídas das mais diversas formas e por isso deixamos-te algumas dicas para que te mantenhas saudável.

Pode até nem ser a fantasia de todos mas é da maior parte dos homens: “gera” (se preferires: menagem à trois ou sexo a três). A verdade é que esta prática facilmente pode induzir a práticas pouco seguras no que concerne à transmissão de DST.

– Não economizes na quantidade de preservativos. Se costumas andar com dois na carteira, então leva seis! Só por precaução.

– A troca de preservativos deve ser constante. Se penetraste uma mulher e vais fazer o mesmo na segunda, então troca de “camisinha” para que não transmitas os fluídos vaginais de uma para a outra.

– Decidiram levar uns brinquedos para a cama? Boa! Mas não te esqueças de os lavar com água e sabonete antes de os usar na outra parceira.

A maioria das DTS têm um contágio via sexo oral, seja por felação (sexo oral no homens) ou cunilíngua (sexo oral nas mulheres). As mais comuns são a sífilis, gonorreia, triomoníase, clamídia e candidate.

A solução é sempre a mesma: “camisinha”! Se a carne for fraca, pelo menos tem em atenção o seguinte:

– Se estiveres com algum tipo de ferida na boca (aftas, herpes, gengivite..) ou inflamação na garganta evita o sexo oral.

-Não escoves os dentes imediatamente antes do sexo oral. Sem te aperceberes, podes magoar-te e deixar “uma porta de entrada“ para qualquer DST.

– Não ejacules na boca da tua parceira

– Evita a actividade sexual se ela estiver no período menstrual.