A imagem foi compartilhada inicialmente pelo London Evening Standard a parir do perfil de Hayleigh O’Farrell, manager do projecto, outros jornais pegaram o tema, que pode ser visto em todos os principais jornais, nos encontramos no o tema no Expresso ontem.

Uma piscina de 25 metros ficará instalada entre dois edifícios de um empreendimento de luxo em Londres. E nadar por lá implica ter quase um milhão de dólares.

Os autores do projecto apresentam-na como a primeira “piscina dos céus”. Construída com o auxílio de arquitectos de aquários, a piscina transparente de 25 metros ficará instalada em suspensão entre os décimos andares de dois edifícios do “Embassy Gardens”, um luxuoso empreendimento urbanístico da capital britânica.

Embassy Gardens
Outro ponto de vista do desenvolvimento Embassy Gardens, no sudoeste de Londres. (Ballymore Group)

As paredes da piscina terão uma altura de três metros, com a água a ficar pelos 1,2 metros, construídas com vidro transparente de 20 centímetros de espessura, assim como o chão da piscinas, de modo a dar aos seus utilizadores a sensação de estarem a nadar no céu.

A experiência não estará contudo ao alcance de qualquer um. Os apartamentos mais baratos do empreendimento, localizado próximo da embaixada norte-americana em Londres, vão custar cerca de $942,572 dólares.

“A minha visão para a piscina do céu partiu do desejo de alargar as fronteiras das capacidades de construção e da engenharia”, afirmou Sean Mulryan, CEO do Ballymore Group, responsável pelo empreendimento, citado pelo “The Verge”.