É a sensação principal de uma relação sexual e o sucesso ou fracasso nessa missão em busca do prazer pode salvar ou arruinar a tua relação.

Será que o homem angolano sabe como levar a sua mulher ao expoente máximo do prazer?

De acordo com um estudo do Instituo kinsey, entre 20 a 30% das mulheres não atinge o orgasmo durante a relação sexual. As razões podem ser psicológicas, físicas ou por estímulo incorrecto.

Neste último caso, tens de conhecer o corpo dela. Tens de fazer com que ela esteja “ali”, senão esquece! É preciso usar correctamente os preliminares, deixares-te levar pelo clima, saber fazer uso de alguns toques subtis e… fazê-la chegar ao “ponto”.

Se estiver difícil de lá chegar, não desistas!

Por exemplo, o facto da mulher não lubrificar não quer dizer que não esteja excitada. O corpo tem várias formas de se manifestar e nem sempre obedece ao nosso cérebro. Não sabes o que fazer?  Volta para os preliminares. Algo falhou? Usa lubrificante, usa óleo (e não estamos a falar do de cozinha!) ou mesmo a “velha” saliva. 

A pressa de atingir o orgasmo pode te levar a lado nenhum. Aproveita o momento, relaxa e sente o calor e a tesão de quem está contigo. 

O stresse, a pressa, a tristeza, as preocupações e a falta de diálogo no relacionamento dificulta a vinda do orgasmo. Solta-te e faz acontecer e não te deixes ser dominado! Às vezes, elas fingem o orgasmo ou porque se fartaram e querem logo acabar com o acto ou porque não te querem ver desiludido.

No entanto, só o vais saber se ela te disser ou se souberes identificar quando é que ela está de facto a gostar do momento. Observa, aprende a identificar as reações físicas a cada estímulo teu.

Se dá trabalho? Claro, mas quem ama cuida e dar prazer é cuidar.