Quando se trata do pénis, o tamanho importa mais aos homens do que às mulheres, de acordo com um novo estudo que engloba mais de 60 anos de pesquisa e derruba inúmeros mitos sexuais.

Cerca de 90% das mulheres preferem actualmente um pénis longo, de acordo com dois estudos dos 60 da pesquisa. 85% das mulheres relataram estarem satisfeitas com o tamanho do órgão do parceiro, comparando com apenas 55% da opinião dos homens.

A pesquisa foi conduzida pelos Drs. Kevan Wylie e Ian Eardley na Porterback Clinic e Royal Hallamshire Hospital e James’ Hospital, em Leeds e Reino Unido, respectivamente. “A questão da atractividade para as mulheres é complexa, mas a maioria dos estudos sugere que o tamanho do pénis é uma das menores prioridades para as mulheres, comparando com aspectos como a personalidade de um homem ou os cuidados de beleza exterior”, explicam os doutores.

sexiest_2006_gossip_lies_02

Com resultados de 12 estudos relevantes, a pesquisa, detalhada no Jornal Britânico de Urologia Internacional, descobriu que a média do pénis erecto é cerca de 13,9 cm a 15,7 cm de comprimento. As descobertas também desvendam uns outros mitos sobre a genitália masculina. A noção de que o tamanho pénis varia consoante a raça, por exemplo, é falso.

Outro mito que se repete é que os homens mais velhos, têm-no mais pequenos, mas Wylie e Eardley descobriram que não há diferenças quando se combinam todos os resultados, de todos os estudos.

Uma descoberta surpreendente foi que o síndrome de pénis pequeno (SPS), é muito mais comum em homens com tamanho normal, do que aqueles têm os chamados micropénis (tamanho entre 6.9 cm). Uma pesquisa de internet de mais de 52.000 homens heterossexuais descobriu que 12% pensam que os seus pénis são pequenos demais, mesmo pensando que o micropénis pode afectar cerca de 0,6% dos homens.

Um estudo sugere que SPS começa muitas vezes em idades precoces. 63% dos homens com este problema dizem que as suas ansiedades começam com comparações na infância, muitas vezes com os irmãos, enquanto que 37% culpam as imagens eróticas vistas durante a adolescência.

Penis

Sê cauteloso

A pesquisa também relata, com base em estudos, que dispositivos a vácuo para enlargamento e extensão do pénis, não cumprem as suas promessas e podem, em alguns casos, levar a um “efeito de levantamento psicológico”.

Os autores da pesquisa falam de um “espera para veres”, relativo a cirurgia para aumento da largura, que pode incluir tudo, desde separação parcial de ligamentos no pénis á injecção de gordura para aumentar a sua circunferência. Um dos métodos mais extremos envolve a inserção de cartilagem.

Os investigadores dizem que as suas pesquisam foram executadas com o intuito de “providenciar um sumário abrangente para os clínicos e ajudar os pacientes com problemas com o tamanho do pénis e síndrome de pénis pequeno.”

Quando se trata de pacientes com SDT’s, “a abordagem inicial deve passar por avaliação urológica, psico-sexual, psicológica e psiquiátrica, possivelmente com mais do que um clinico envolvido”, explicam eles.