Este vídeo é sobre a forma como o talento nos pode estar intrínseco. É também sobre o prazer e a satisfação que se sente (ou que eu sinto) ao experimentar-se esta partilha de saber fazer. E saber fazer bem.

Confessemos que há um charme – às vezes básico – quando os homens têm aquele jeito um pouco maior para fazer alguma coisa. Cozinhar, cantar (Ai, homens que sabem cantar…), escrever, sei lá eu que mais. Só sei que gosto e muito.

Provavelmente, os homens também se encantam mais com mulheres com tendências talentosas. É normal. Todos gostamos de dizer que conhecemos ou nos relacionamos com alguém que faz muito bem isto ou aquilo. A mim, por exemplo, nos dias de jantar de amigos pedem-me sempre para ligar para os restaurantes a pedir a comida. É algo que faço bem, entendem?
Bom, posto isto. Deixo-vos o talento que mais me impressionou esta semana. A música (Hotel California) todos conhecemos e dispensa apresentações. Agora oiçam estes senhores. Os elementos do grupo emitem o som dos instrumentos fazendo-nos quase acreditar que só pode haver alguém no backstage a tocar realmente e eles estão ali em palco só a mexer a boca e a aparecer.

Cliquem no play, por favor. São seis homens e zero instrumentos. Chamam-se Vocal Sampling. Desfrutem porque isto é “música para os nossos ouvidos”.