O “Angolanamente Sensual” Don Kikas não está reformado, ao contrário do que dizem as más línguas e vai comemorar 30 anos de carreira com uma digressão pelo país, disse hoje a agência nacional de notícias.

O músico, que se encontra em Benguela para a gala Gentes e Música, disse que se prepara para lançar este ano uma compilação dos seus melhores trabalhos denominado “Best-off”.

Emílio Camilo da Costa “Dom Kikas” nasceu a 4 de Janeiro de 1974, no Sumbe, província de Cuanza Sul. Aos 8 anos compôs a sua primeira canção, revelando uma nata vocação para a música e profissionalizou-se em 1993.

Radicado em Portugal, Dom Kikas possui no mercado as obras: Sexy Babi (1995); Pura Sedução (1997), com o qual ganhou um disco de prata; Xeque Mate (2000), com um disco de ouro; e Raio-X (2003).