O rap nacional está em constante progressão, deixando cair no esquecimento MC’s da velha guarda, enquanto os novos talentos estão com fome de entrar no game. A vida musical útil da maioria dos artistas é extremamente limitada, mas há sempre novos rappers confrontados com o potencial de terem carreiras duradouras baseadas no seu talento.

Os critérios para esta lista resume-se a novos talentos que já têm fazem buzz mas que ainda não são bem explorados pelos ouvintes, produtores, realizadores de eventos, agentes, afim de os tornarem nas próximas celebridades do rap nacional.

Bimma (Huíla) – nome artistico do Beni Kituta Dinis Ndoloviti, nascido e residente na provincia da Huíla, no município do Lubango. Pertence à AllStarz Gang e também faz parte da família Mainstream. Bimma, já lançou dois trabalhos distintos a solo, compilação Remixes, em 2012, e Setembro é Meu, em 2013, e encontra-se a trabalhar num novo projecto com o seu parceiro S3t das Chaggas. Já soma algumas músicas que tiveram grande audiência por parte dos apreciadores de rap, entre elas “Esse cara não sou Eu” feat. Negro Clássico, produzido por Serial Killer; “Taag” com Street da Chaggas; “Pensa em Mim” (remix do original  de NGA) e a música “Morena de Cá”, produzida por Kelly Beatz.

O talento e criatividade deste jovem não tem qualquer apoio de paculamento ou “injecção” pois fica claramente demonstrada pela variedade e habilidade em se enquadrar em vários instrumentais e pela variedade nos temas. De todos estes, recomendo “Esse cara não sou Eu” feat. Negro Clássico (Prod. Serial Killer) e “Morena de Cá” (Prod. Kelly Beatz).

Fidy-M (Huambo) – Já é um nome famoso na província do Huambo, sempre que perguntamos os nomes relevantes de rappers dessa província, se não for o primeiro a ser mencionado com certeza será o segundo.

É um artista dotado de um talento impressionante, canta em todos os beats e consegue preservar sempre o seu lado rapper. Aconselho a procurarem as suas músicas, o seu talento merece ser apoiado pelos famosos “promotores” da música rap.

https://instagram.com/p/31k2kVK0VO/?taken-by=ever_das_dores

 

EME (Huíla) – É um artista que não dá muito a cara e do tipo que deixa as coisas acontecerem. Faz música porque ama a arte e se a fama vier será bem vinda, mas o principal foco é o respeito por quem partilha do seu amor e pelo público que o ouve.

EME tem uma carreira de apenas cinco anos, é membro da Mainstream e CEO da NorionGang. Tem uma discografia muito novinha onde soma apenas um projecto, a mixtape Sobrenatural, projecto esse que tem dado fama ao rapper na província da Huíla, sendo considerado por alguns como melhor rapper de lá. Actualmente está a trabalhar no projecto “Sem Limites” que provavelmente sairá ainda este ano.

Agosto., antes do #ep Aquecimento 1.2 & Fidelidade

Posted by Eme Mstm on Quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Preyra Bull (Huambo) – O rap de Preyra Bull aka Kallaway Jr. é um pouco variado mas o seu forte é mesmo no skill. Nascido em Luanda em 1992, estudante, residente na província do Huambo, o seu talento é bem expresso pela sua forma de dropar e seriedade no trabalho.

Os seus versos hilariantes, com duplo sentido, trocadilhos e a forma de brincar com as rimas, caiem no gosto de todos os que gostam de um bom rap, tendo tornado aos poucos o seu nome conhecido no Huambo e arredores.

https://instagram.com/p/hqtbBqQEdH/?taken-by=preyrabull

Phedilson Ananás (Huambo/Luanda) – Euclidades Fedilson Fernandes Ananás é um rapper que está divido entre as províncias de Huambo e Luanda, formou-se aos 22 anos de Idade na faculdade de ISCD e é actualmente professor universitário de Matemática. É um rapper que leva-nos a pensar, sonhar e investigar com os seus belíssimos temas, prendado de habilidades excepcionais para rimar, brinca com as palavras e conhece as rimas que encaixam perfeitamente com os beats onde põe a voz. As suas músicas falam do quotidiano, das angústias humanas e mostram que “PH” encara a música como uma forma de se libertar e mostrar a si e ao mundo o que ele é e o como se faz o verdadeiro hip hop!

https://instagram.com/p/7OkzgHA1F7/?taken-by=phedilson_ananas

Por de Lukau A. Lusueki - Fundador do blog Rap Kuia