Tu, homem, tens de entender que ela continua à espera da tua mensagem. Eu sei que ela não tem dito nada. É o orgulho que lhe prende os dedos. As saudades, porém, essas têm-lhe destruído por dentro deixando rasto em forma de lágrimas.

Ela não quer que sintas que lhe és o céu. Que a única coisa que o tempo fez foi que o amor que ela te sente crescesse. Não te esqueças da SMS, envia-a porque garanto-te que tu és o acordar dela. Bom, és também o levantar, o duche, o sair, o trabalhar, o comer. Representas o essencial em todo o seu esplendor porque a vida é fundamentalmente aquilo com que não conseguimos viver sem. A vida dela és tu, em grande parte.

Escreve-lhe. O telefone, depois desta infinitas semanas que passaram, vai vibrar. Ela vai olhar com o desdém de quem recebe um SMS de uma operadora de telecomunicações a comunicar promoções e então vai ler o teu nome no campo remetente. Já sentiste arritmias? É o que o teu nome lhe causa.

Garanto-te mais: vai responder-te na hora porque o amor és tu e, além de ti, é estar para ti incondicionalmente. O amor é não olhar ao tempo. É estar no momento.

Podes pegar no telefone, confia em mim.
O amor é uma SMS.