A Emirates recebeu num um único dia quatro novas aeronaves, evento que constitui um marco histórico para a companhia aérea por constituir a entrega do 150º Boeing 777 e por elevar a frota de A380 para 66 aviões.

A entrega histórica incluiu dois Boeing 777-300ER, um Boeing 777 Freighter e uma aeronave A380.

A Emirates é já a maior operadora do mundo de aeronaves Boeing 777 e A380. O A380 entregue esta semana eleva o número total destes aviões com a chancela da Emirates para 66. Os três Boeing agora entregues marcam a chegada do 150º Boeing 777 à companhia, elevando o tamanho actual da frota para 147. O primeiro avião deste tipo a chegar à companhia foi em 1996 e, desde então, já aposentou três aeronaves. Com um alcance que se pode estender até 17.446 km, o Boeing 777 da Emirates irá servir quase 100 destinos em seis continentes, permitindo à companhia aérea ligar praticamente quaisquer dois pontos da Terra.
350086-admin

Sir Tim Clark, presidente da Emirates Airline diz que “o Airbus A380 e o Boeing 777 são dois dos aviões comerciais mais avançados, eficientes e espaçosos que existem nos céus hoje em dia. São a base da frota da Emirates, permitindo versatilidade no planeamento de rotas e também a capacidade de oferecer aos passageiros os mais recentes recursos e conforto a bordo”.

As quatro novas aeronaves estão avaliadas em 1,5 mil milhões de dólares e foram submetidas a verificações de manutenção antes de serem colocadas ao serviço regular da companhia. O voo inaugural dos dois Boeing 777-300ER levou os passageiros do Dubai para o Kuwait e Bombaim, enquanto o primeiro voo do novo A380 descolou do Dubai para Dusseldorf, na Alemanha. O Boeing 777 destinado ao serviço de carga tem programação para voar directamente de Seattle, onde foi fabricado, para Hong Kong onde recolhe 103 mil quilos de carga.

Emirates-Boeing-777-300_Terminal1

Incluindo estas mais recentes entregas, o número total de aeronaves da frota da Emirates é de 238, com uma idade média de 6,5 anos, o que representa uma das frotas mais jovens a operar nos céus do mundo.