Apple lançou nesta quarta-feira, 30 setembro a versão final do OS X 10.11, também conhecido como El Capitan. Desta vez, o sistema operacional dos Macs não recebeu grandes funcionalidades ou alterações no visual: a exemplo do iOS 9, o foco da actualização ficou nas melhorias de desempenho e estabilidade.

 OS X 10.11 El Capitan
OS X 10.11 El Capitan

Isso não significa que não haja recursos novos, claro. O Split View permite que você use dois aplicativos em tela cheia, assim como no Windows — dá para editar um documento no Pages enquanto você pesquisa alguma informação no Safari, por exemplo. O Mail ganhou suporte a gestos e ficou mais parecido com a versão para iOS: deslize o dedo para marcar um email como lido ou exclui-lo. O Safari agora suporta abas fixas e tem um botão para silenciar páginas barulhentas.

Captura de ecrã 2015-10-01, às 10.52.02

Para quem já actualizou para o iOS 9, o El Capitan é mais importante: o OS X 10.11 traz o novo aplicativo de notas, que suporta imagens, vídeos, mapas e páginas da web, além de permitir a criação de listas de maneira rápida. Assim como no iPhone ou iPad, é possível compartilhar informações de outros aplicativos diretamente no Notas.

 OS X 10.11 El Capitan Notas
OS X 10.11 El Capitan Notas

A Apple melhorou o desempenho do OS X, portanto, se você ficou traumatizado com o Yosemite, talvez as coisas melhorem no El Capitan. A novidade é a API Metal, já usada no iOS para aumentar o desempenho gráfico. No Mac, os aplicativos e jogos passam a ter acesso praticamente direto à GPU, o que segundo a Apple torna a renderização dos gráficos até 50% mais rápida. Além disso, os softwares estão até 40% mais rápidos para abrirem.

Captura de ecrã 2015-10-01, às 10.48.46

O El Capitan já está disponível para download gratuito e funciona em todas as máquinas que rodam Mavericks ou Yosemite. Para actualizar, basta abrir a Mac App Store e acessar o menu Atualizações.