Depois de anos a fio de tortura, a receber dezenas – quem sabe até centenas- d convites via Facebook para os jogos mais inúteis possível, finalmente Mark Zuckerberg decidiu pôr um fim a este problema.

Durante um encontro no Instituto de Tecnologia de Nova Delhi, na Índia, Zuckerberg respondeu à pergunta da plateia: “A sério, eu não quero receber mais convites para jogar Candy Crush”. O criador do Facebook disse que enviou uma mensagem à pessoa que lidera a sua equipa de desenvolvimento. “Há algumas ferramentas que precisam de um update e que permitem que pessoas que nunca jogaram um recebam esse tipo de convites.”

“Não era uma prioridade, mas se está no topo das preocupações das pessoas, então nós nos preocupamos”, continuou Zuckerberg. “Vamos dar-lhe prioridade e fazê-lo”, rematou.