Este golo marcado durante um jogo da liga universitária do Japão podia figurar nos nomeados do “Prémio Puskas” da FIFA que é entregue ao melhor golo da época futebolística, avança o Observador.

Este é um golo capaz de levantar um estádio inteiro. A bola não toca no relvado. Para abrilhantar a jogada o avançado domina de peito e finaliza com um remate “à meia-volta” e fora da área. Um golo de levantar qualquer estádio do mundo.