Quer sejas o tipo de homem do copo de vinho todas as noites ou o tipo de homem que reserva o seu tempo de bebida para os fim‑de‑semana, ou ambas, todos sabemos que o álcool é mau para nós. Mas, enquanto estamos a ser constantemente bombardeados com avisos sobre os perigos do consumo excessivo, que tal pensar no oposto? Ninguém está focado nos benefícios de não beber, mas de acordo com a nova pesquisa da Universidade de Londres, devemos: tirar apenas um mês sem consumir esta iguaria, é praticamente uma cura milagrosa, em termos de como pode melhorar a tua saúde e bem estar.

A pesquisa envolve dois estudos feitos em conjunto com o hospital Royal Free. No primeiro, os participantes que se abstiveram do álcool por 4 semanas, viram uma redução de 40% da gordura no fígado, melhorias no colesterol e eles perderam em média 3 kg. O segundo estudo envolvia 102 homens e mulheres saudáveis, nos seus 40 anos, que bebiam mais do que se recomenda. Esse grupo, que participou no mês da “secura”, viram as suas resistências á insulina (um factor de risco para diabetes), reduzirem cerca de 28%, enquanto a rigidez do fígado (outro factor de risco) caiu 12,5%.

“Os resultados foram surpreendentes,” explica o professor Kevin Moore, que participou nos estudos. “Se tivesses uma droga que fizesse isso, seria um produto que valeria milhares de milhões.”

Enquanto os investigadores não estão ainda preparados para dizer toda a lista dos benefícios para a saúde ou quanto tempo duram (eles esperam publicar em breve os resultados), de que existem alguns benefícios claros, quando se para de beber por algum tempo, é inegável. Eles também dizem que, mesmo que um total de 30 dias de abstinência seja demais para suportar, todas as pessoas deveriam fazer umas pausas entre os períodos de consumo, para dar tempo ao corpo para se curar.