Segundo a revista Heart, basta uma lata de refrigerante por dia (cerca de 330 ml) para que aumente o risco de insuficiência cardíaca, pelo menos nos homens.

A conclusão surgiu depois de terem analisados, durante dez anos, 40 mil homens na Suécia.

Embora os investigadores se tenham focado em homens caucasianos, o estudo salienta que a conclusão obtida pode ser um ponto de partida para novos e mais aprofundados estudos sobre o verdadeiro impacto do consumo diário deste tipo de bebidas açucaradas, uma vez que um estudo da Universidade de Navarra já havia revelado que os efeitos do açúcar são idênticos tanto nos homens como nas mulheres, lê-se no site ABC.es.