A última vez que andaste de avião, provavelmente, questionaste-te se o avião poderia cair?

Acredita, esse não o único cenário terrível de uma viagem de avião.

Já bebeste água num avião? Acredita, era da casa-de-banho. Como sabemos? Porque três aeromoças de grandes companhias aéreas contaram alguns dos segredos mais sórdidos que acontecem sempre (sempre!) num voo comercial.

O teu café, é provavelmente um descafeínado

Alison: “Não existe forma de ninguém conseguir café cafeínado. Nós não precisamos de um voo cheio de passageiros inquietos. Nós queremos-vos a dormir.”

Brian: “Uma boa parte das aeromoças são um pouco preguiçosas em fazer termos de descafeínado separados. Eu sempre fiz, mesmo o café normal, tem sempre metade da cafeína.”

Brussels-Airlines-1

Na verdade, tu deves querer evitar o café, de todo 

Brian: “A água que usamos para o café é nojenta. É bombeada de um grande tanque, o que não me parece ser limpa com muita frequência… e se for limpa.”

Alison: “Nós chamamos “Galley Springs”. É basicamente a mesma água retida nos tanques do avião, que eles usam para os WC. E tanto quanto sei, os tanques nunca são lavados. Nunca.”

Nancy: “Nem sequer peças por água. Muitas vezes enchemos as garrafas com água do tanque e servimos aos clientes. Mais vale comprar uma garrafa de água e esta ser aberta à tua frente.”

Aquele passageiro adormecido ao teu lado, pode estar morto

Brian: “Ninguém morre oficialmente no avião, devido à demasiada burocracia. Eles estão simplesmente com o cinto e cobertos com o cobertor.”

Alison: “Eu tive de fazer isso uma vez. Eu fiquei traumatizada por isso. Nós dissemos aos passageiros que ele estava bêbado. Foi insano!”

Nancy: “Mesmo que esteja a bordo alguém autorizado a passar um atestado de óbito, nós garantimos que ninguém sabe até aterrarmos e que todos os outros passageiros já sairam do avião.”

Air-Tahiti-Nui-Flight-Attendant

Tu podes perfeitamente enviar sms ou verificar o mail durante o levantar voo e o aterrar   

Brian: “Nós fazemo-lo um milhão de vezes.”

Alison: “Oh sim, totalmente. Ao aterrar é a melhor altura para verificar o mail, porque os passageiros não estão a necessitar da tua atenção.”

Por vezes eles soltam gazes à tua frente

Alison: “Nós tentamos apenas verificar quem foi, mas é difícil. Por isso costumam haver danos colaterais.”

Elas mexem na tua camisa se fores um ‘parvo’ 

Alison: Nunca comam os “dinner rolls. Nunca mesmo.”

Nancy: “Já vi efectuarem a preparação destes, em cima das tampas da sanita.”

1024

Elas podem abrir os WC por fora

Alison: “Basicamente é uma questão de segurança, em caso de alguém se magoar ou  se sentir mal. Mas porque também existem pessoas parvas.”

Brian: “Uma vez uma senhora idosa não conseguia destrancar a porta e começou a entrar em stress.”

Alison: “Mas é porque muitas vezes as pessoas pensam que estão a ser sorrateiras e praticam sexo aqui. Acreditem em mim, não vos vamos deixar terminar. Quando ouvimos alguém no “bem-bom” no lavatório, nós abrimos a porta apenas o suficiente para pôr o iPhone e tirar algumas fotos. Isto por norma fá-los parar.”

A gorjeta pode dar-te extras 

Alison: “Nunca ninguém pensa em dar uma gorjeta a uma aeromoça. Nós podemos tornar o vosso voo tão melhor, se quisermos.”

Nancy: “Bebidas de graça, biscoitos quentes. Isto não é apenas para os clientes de primeira classe.”

Também ajuda ser bonitão

Brian: “Se alguma vez tiveste bebias grátis e não sabes o porquê, é provavelmente porque alguém do serviço de tripulação, no teu voo, te acha bonitão.”

Nancy: “Eu já fiz isso. Não dormi com um passageiro, apenas lhe dei algumas regalias porque ele era muito gostoso.”

Alison: “Eles dizem-te que vestires-te bem aumenta as tuas chances de passares para a primeira classe e penso que isso não tem problema. Mas a melhor forma de passares da classe económica para a primeira classe é sem dúvida fazeres contacto visual.”