O Facebook activou o “botão de segurança” esta terça-feira para alertar que os utilizadores na Nigéria se encontram em segurança, depois dos atentados que fizeram mais de 32 mortos e 80 feridos.

A rede social tem sido severamente criticada depois de várias iniciativas realizadas em apoio às vítimas dos atentados em Paris de sexta-feira, ignorando os ataques terroristas em outros pontos do globo, mais especiaficamente em África.

As explosões na Nigéria aconteceram num mercado da capital, na região de Adamawa e foi realizado pelo grupo Boko Haram.