De acordo com o Business Insider, a Nokia confirmou no início do ano que ia voltar ao mercado de smartphones em 2016 e foi revelada uma fotografia do que deverá ser o seu ‘primeiro’ dispositivo.

A Nokia não fabrica telemóveis desde 2014 quando a Microsoft adquiriu o negócio por 6,78 mil milhões de euros.

Pouco se sabe sobre o C1. A serem verdade estas imagens, o dispositivo parece correr Android e Windows 10.