As últimas três temporadas tiveram o seu efeito em Kobe Bryant, desde as constantes lesões às percentagens de vitórias abaixo dos 0.500. Muitos de nós começaram esta nova temporada ansiosos por saber se esta seria a última de Kobe.

O ícone do basket merecia uma retirada em glória, semelhante à de Derek Jeter há algumas temporadas atrás. Coincidência ou não, Kobe tenha escolheu a revista digital de Jeter, The Player’s Tribute, para anunciar a sua despedida no final da época 2015-2016.
kobe-bryant

Numa carta de despedida ao seu primeiro amor, o basquetebol, o Black Mamba considera a sua incapacidade de continuar a jogar a alto nível e como resultado, a sua saída eminente. Em forma de poema enternecido ele revela este seu grande amor pelo basquetebol, que representa tudo o que deu, ganhou e perdeu.

“O meu coração aguenta as batidas, a minha mente aguenta a pressão, mas o meu corpo sabe que é tempo de dizer adeus”.

O jogador também diz que se sente preparado para esta nova fase e que cada momento vivido fica para ele e para o ‘seu’ basquetebol, tudo o que deram um ao outro.  “Não importa o que venha a seguir, eu serei sempre o miúdo com as meias enroladas, lata do lixo ao canto, 5 segundos no marcador, bola nas minhas mãos e 5…4…3…2…1, amar-te-ei sempre, Kobe.

 

Agora que é oficial, estamos ansiosos para ver o que a NBA e a Nike guardaram para os restantes cinco meses da temporada.
A nós, resta-nos dizer que os heróis vão e vêm, mas as lendas são para sempre.

“Estou pronto para te deixar ir. Quero que saibas, para que possamos saborear cada momento que nos resta juntos, o bom e o mau, que demos um ao outro tudo o que temos.”

Dear Basketball,

From the moment
I started rolling my dad’s tube socks
And shooting imaginary
Game-winning shots
In the Great Western Forum
I knew one thing was real:
I fell in love with you.
A love so deep I gave you my all —
From my mind & body
To my spirit & soul.
As a six-year-old boy
Deeply in love with you
I never saw the end of the tunnel.
I only saw myself
Running out of one.
And so I ran.
I ran up and down every court
After every loose ball for you.
You asked for my hustle
I gave you my heart
Because it came with so much more.
I played through the sweat and hurt
Not because challenge called me
But because YOU called me.
I did everything for YOU
Because that’s what you do
When someone makes you feel as
Alive as you’ve made me feel.
You gave a six-year-old boy his Laker dream
And I’ll always love you for it.
But I can’t love you obsessively for much longer.
This season is all I have left to give.
My heart can take the pounding
My mind can handle the grind
But my body knows it’s time to say goodbye.
And that’s OK.
I’m ready to let you go.
I want you to know now
So we both can savor every moment we have left together.
The good and the bad.
We have given each other
All that we have.
And we both know, no matter what I do next
I’ll always be that kid
With the rolled up socks
Garbage can in the corner
:05 seconds on the clock
Ball in my hands.
5 … 4 … 3 … 2 … 1
Love you always,
Kobe