Quem o diz são dois psicólogos norte-americanos que observaram 49 pessoas para um estudo publicado no Language Sciences, escreveu o Daily Mail.

49 pessoas, de 18 a 22 anos, que numa primeira fase tinham de dizer o maior número de palavrões possível em 60 segundos e que na segunda tinham de dizer o maior número de animais no mesmo período de tempo e pouf… estudo feito.

Aqueles que diziam mais palavrões eram também os que conseguiam dizer mais nomes de animais, logo “não podemos julgar os outros com base no seu discurso”, explicam Kristin e Timothy Jay, autores do estudo.

O que nós dizemos é: haja tempo e dinheiro para se fazerem estes estudos extremamente interessantes e enriquecedores a nível intelectual.