Celebrou-se ontem, 11 de Janeiro, a cerimónia da FIFA Ballon d’Or 2015, onde se premeiam e celebram os melhores jogadores masculino e feminino, melhor treinador, melhor golo, o melhor 11 e homenageia-se a melhor atitude de Fair Play de 2015.

FIFA/FIFPro World XI 2015

2754942_big-lnd

Assim, o FIFA/FIFPro World XI 2015, isto é, os jogadores que formariam o melhor 11 de futebol do ano, foram escolhidos entre 20,000 jogadores profissionais, sendo as 11 estrelas escolhidas as seguintes:

Guarda-redes: Manuel Neuer,

Defesas: Thiago Silva, Marcelo, Sergio Ramos, Dani Alves

Médios: Andres Iniesta, Luka Modric, Paul Pogba,

Avançados: Neymar, Lionel Messi, Cristiano Ronaldo.

FIFA Fair Play

2754971_big-lnd

O prémio FIFA Fair Play reconhece comportamentos e atitudes exemplares que promovem o espirito de fair play e compaixão dentro e fora de campo. Este ano, o prémio foi para as organizações e clubes de futebol em todo o mundo que estão a trabalhar para ajudar os refugiados. O prémio foi recebido no palco do Kongresshaus de Zurique pelo ex-internacional Geral Asamoah.

FIFA World Coach

2754969_big-lnd

Os nomeados para melhor treinador do ano de 2015 foram os Espanhóis, Luis Enrique e Pep Guardiola e o Argentino Jorge Sampaoli. Após um ano esplendido de vitórias, este prémio funcionou como a cereja no topo do bolo para o vencedor Luis Enrique. O treinador de 45 anos, nascido nas Asturias, mal podia ter imaginado uma primeira temporada mais feliz, no sempre exigente e de alta pressão FC Barcelona.

FIFA Puskas

2754973_big-lnd

O FIFA Puskas é o prémio para o melhor golo da época 2014/2015, dos 10 melhores golos, os três finalistas foram o Argentino Lionel Messi, o Italiano Alessandro Florenz e o Brasileiro Wendell Lira. Parte um cliché mas os jogadores brasileiros combinam genuinamente técnica, talento e espectáculo. Wendell Lira, jogador do Goianésia, provou isso mesmo uma vez mais, com um pontapé de bicicleta de cortar a respiração, golo este escolhido pelos utilizadores do site FIFA.com e francefootball.fr, como o melhor golo de 2015. Wendell Lira nunca mais esquecerá aquele dia de 11 de Março 2015, em que a sua equipa ganhou 2-1 ao Atletico de Goiás e onde o seu talento o coloca, hoje, lado a lado com os seus ídolos e para ganhar um troféu. Que venham muitos mais.

FIFA Women’s World Player

2755098_big-lnd

As três nomeadas para a melhor jogadora de futebol do mundo foram a Japonesa, Aya Miyama, a Alemã, Celia Sasic e a Americana, Carli Lloyd. A vencedora deste prémio foi responsável por um hat-trick na final do Campeonato do Mundo de Futebol Feminino 2015, da FIFA, incluindo um belíssimo golo da linha de meio campo, que a levou-a a conquistar a adidas Golden Ball e a adidas Silver Boot. Muitas vezes decisiva quando as apostas têm de ser altas, foi uma das arquitectas do terceiro título da Copa do Mundo pelos USA, acompanhado por pontuar em 9 jogos consecutivos. Com 33 anos Carli Lloyd atingiu o pico dos seus poderes na hora certa, a recém-coroada Melhor Jogadora do Mundo FIFA 2015, parece estar mais do que á altura do titulo.

FIFA Ballon d’Or
2755104_big-lnd Os três nomeados não são novidade para ninguém que segue de perto o mundo do futebol, o Português, Cristiano Ronaldo, o Brasileiro, Neymar e o Argentino, Lionel Messi.

2755105_big-lnd

Como o próprio disse “É difícil bater o que foi conquistado em 2015, foi um ano espetacular,” o nº10 do FC Barcelona foi uma figura muito influente em todos os títulos conquistados pelo clube, em 2015: La Liga, a Copa del Rey, a UEFA Champions League, a UEFA Super Cup e a FIFA Club World Cup. O jogador de 48 golos em todas as competições no decorrer do calendário, durante a temporada 2014/15, foi o segundo melhor marcador da liga espanhola com 43 golos e o melhor em assistências (21). Foi também o melhor marcador da Liga dos Campeões, juntamente com Cristiano Ronaldo e Neymar (10 golos) e o melhor em assistências (6), em 2015. Para finalizar o vencedor do Ballon d’Or de 2015, Lionel Messi, ainda arrecadou uma medalha de prata com a selecção da Argentina na Copa America. Sem dúvida de que é um jogador de talento inexplicável, um fenómeno que nos encanta com a sua técnica e magia quando toca na bola, o único até á data a possuir 5 Ballon d’Or.