“O que é ser Global” é o título da mais recente exposição da artista Daniela Ribeiro, que estará patente na  Galeria de Arte do Banco Económico, na rua do 1.º Congresso n.º 8, em Luanda, até ao dia 29 de Janeiro. 

Daniela Ribeiro
N´Zambi a Kalunga | DR

A exposição propõe-nos uma reflexão acerca da questão: Pode uma comunidade, cujo passado foi apagado e cujas energias são consumidas pela busca de traços legíveis da sua história, imaginar futuros possíveis a um nível global? Noções de legado, memória, arquivo, identidade são aqui colocadas como catapultas de um passado para uma ou varias ante-visões de um futuro, mas num futuro que se insere num contexto mais amplo, à escala global”, refere o comunicado enviado à imprensa.

Imagem 1
Ventos de incerteza| DR

Daniela Ribeiro apresenta cerca de 15 obras de diferentes dimensões, produto de um trabalho digital e multimédia fragmentado, peças de telemóveis, constantes nos seus trabalhos, e de resinas epóxicas, PVC e vinil. As personagens, todas elas parecendo vindouras de um futuro sobrenatural, encarnam os estigmas da tecnologia mas adiciona-lhe a vertente que os liga ao mundo natural e à humanidade ela mesma. Elementos de ficção científica, ficção histórica, fantasia, e realismo mágico com cosmologias não-ocidentais são combinados, a fim de criticar não só os dilemas atuais dos africanos, mas também de rever, interrogar, e reexaminar os eventos históricos do passado.

A Galeria de Arte do Banco Económico vai estar aberta ao público de quarta a sexta feira, entre as 12h00 e as 19h00, com entrada gratuita.