É tentador espremer a maior, mais vermelha e enervante borbulha do mundo no teu rosto.

Mas, não o faças. Vais criar uma cicatriz que irá demorar muito mais tempo a desaparecer do que a própria borbulha, explica o Dr. Adnan Nasir, director de dermatologia, no Wake Research Associates.

Em vez disso, Dr. Nasir recomenda tentar esta abordagem suave, mas firme, à noite: molha um pano na água mais quente que a tua torneira conseguir gerar e aplica com pressão no local da borbulha por um minuto. O calor húmido deve derreter o sebo oleoso que está a obstruir os poros, no local da borbulha.

Em seguida aplica um pouco de creme com 10% de peróxido de benzoíla, disponível em qualquer farmácia, para eliminar a bactéria que possa ter causado a borbulha e secar esta zona.

Por fim, cobre a borbulha com um penso rápido dos pequenos, para que o creme actue toda a noite com mais eficácia e acelere o tratamento da borbulha.

Quando acordares, a tua borbulha estará 50% a 70% curada, se já não tiver desaparecido, explica o Dr. Nasir. Convém que a trates o mais cedo possível, para não ir ficando pior. O processo pode e deve ser repetido todas as noites até curares a borbulha.