O defesa do Barcelona foi condenado esta quinta-feira por um tribunal espanhol a um ano de prisão por fuga ao fisco, avança o El Mundo.

A decisão do tribunal acontece na sequência da não declaração de rendimentos que o internacional argentino teve com um contrato com a Nike, que lesou o Estado espanhol em 1,6 milhões de dólares.

Apesar de Mascherano ter reconhecido a culpa no processo durante o mês de Outubro, os advogados do jogador querem que a sentença (1 ano de prisão) seja substituída por uma multa de 23,5 mil dólares mais o valor que desviou do Estado.