A próxima vez que um potencial terrorista tentar procurar no Google informação de propaganda duvidosa, vai “levar” com uma mensagem de moderação.

Um novo programa da Google, definido no parlamento britânico, tem como objetivo contra-atacar o material extremista na internet ao aumentar a visibilidade de organizações anti radicais, noticia o Telegraph.

O programa, ainda em testes, vai dar o equivalente a 9.9 mil USD em créditos de publicidade por mês a organizações não-governamentais que promovam a anti-radicalização.