Enquanto a Bendable Gadgets já faz dispositivos eléctricos CES há alguns anos, este último protótipo de smartphone flexível, da Queens University, mostra o quão longe a tecnologia chegou.

Designado ReFlex, o smartphone apresenta resposta táctil e sensores dobráveis para permitir ao utilizador interagir com aplicações através deste novo vector.

Apresentando um aparelho OLED LG e suportado por um sistema operativo Android 4.4, o Reflex pode também ser usado como os smartphones comuns, em estado plano. Após ter sido exibido numa conferência de interação “humanos e computadores”, ontem, na Holanda, as equipas de desenvolvimento prevêem que esta tecnologia possa ser trazida para o mercado nos próximos cinco anos.