O que a maioria dos homens sabe sobre a menstruação é que a mulher sangra nessa altura; que é um ciclo relativo à fertilidade e que é a altura em que elas ficam com um temperamento difícil (num termo simpático).

Mas além disso e muito mais, é uma altura em que, para algumas mulheres, pode ser bastante dolorosa. John Guillebaud, professor de Saúde Reprodutiva da Universidade College London, revelou que as dores menstruais podem ser “tão fortes quanto quando se tem um ataque cardíaco”. O professor indica ainda que “os homens não entendem [o período] e não lhe têm dado a devida atenção. É algo que deve ser cuidado como qualquer outra coisa na medicina”, citou o Independent.

Apesar de já haver alguns tabus quebrados sobre esta questão, as investigações científicas e a evolução dos protectores/acessorios ligados à menstruação ainda são rudimentares.

A menstruação pode não ser um tabu como antigamente, mas ainda não é considerado como uma condição feminina respeitável e que mereça atenção.

Sê diferente e atenta a estas dicas para ultrapassar mais facilmente a TPM (tensão pré-menstrual):

1 – Controla o ciclo: Não é difícil calcular um ciclo menstrual. Mais ou menos a cada 28 dias saberás que vais ter de lidar com uma crise sobre as tuas meias que estão demasiado sujas.

2 – Evita chatices: Mais vale prevenir dos que remediar. É uma altura mais sensível para ela. Não é propositado, é apenas uma questão hormonal difícil de combater. Evita abordar temas que possam criar uma discussão. Noutra altura qualquer, esse problema pode ter uma repercussão muito menor.

3 – É normal ela não querer sexo: A maioria da mulheres perde o apetite sexual durante essa semana. Tem paciência e não insistas. Não vais morrer por esperares um dia ou dois.

4 – Pequenas coisas são superlativadas: Tu já a conheces. Há manias tuas que ela não suporta. Mas acredita que essas pequenas manias, durante a menstruação, tornam-se verdadeiros problemas de Estado.

5 – Nunca falar das borbulhas dela: Repete mentalmente 100 vezes: “borbulhas são charme” e o problema acaba, eventualmente. Vá, é só por alguns dias.