Para aqueles que quiserem mais potência para o seu Mercedes-AMG C 63 S, pois acham que os 510 cv originais não são suficientes, então a Brabus tem algo mais a oferecer.

Mais cavalos, mais agressividade estética e mais exclusividade através do Brabus 650, que será apresentado no Salão de Genebra, levando o novo AMG C 63 S ao seu limite.

O Mercedes-AMG C 63 S alcança nada menos que 650 cv e um torque máximo de 820 Nm, superando os 600 CV da versão anterior, apresentada há alguns meses. Isso foi conseguido através de uma gestão eletrónica reprogramada PowerXtra B40S, que actua com turbocompressores de maior tamanho e pressão, junto a novos parâmetros de ignição e injecção.

Desta forma, o AMG C 63 S da Brabus é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos (um décimo de segundo a mais no caso da carroceria estate), e a velocidade máxima aumenta até aos 300 km/h ou 320 km/h mediante o ‘deslimitador’ Brabus VMax. Um verdadeiro sedan voador, com um desempenho capaz de encarar muitos super-desportivos.

Além do aumento da potência, a Brabus também oferece outras melhorias para o Mercedes-AMG C 63 S. Entre eles, um sistema de escape desportivo de aço inoxidável com controle eletrônico do som, além de um interior forrado em couro e Alcantara na cor preta, incorporando novas molduras de fibra de carbono.

Também estará disponível um kit aerodinâmico para a sua carroçaria, fabricado em fibra de carbono. Os seus elementos são também efectivos e não simplesmente estéticos. Encontrámos um spoiler inferior dianteiro, assim como entradas para refrigeração nos seus para-lamas dianteiros, aerofólio traseiro e um espectacular difusor traseiro.

As últimas novidades propostas pela Brabus afectam também o trem de rodagem, procurando um comportamento dinâmico ainda mais desportivo. As rodas de liga leve de 20 polegadas – em dois desenhos diferentes e monobloco – calçam pneus nas medidas 255/30 ZR20 e 275/30 ZR20, enquanto a sua suspensão foi desenvolvida pela Bilstein, sendo ajustáveis em altura, compressão e extensão.