Investigadores da Universidade do Alabama, no Estados Unidos, descobriram que as tatuagens podem ser uma mais valia no combate contra a gripe e constipações. Segundo estudo feito pela instituição, ter tatuagens pode deixar-te mais resistente a infecções.

Após colectarem amostras de saliva de frequentadores assíduos de estúdios de tatuagem, antes e depois das sessões, os investigadores notaram que os níveis de imunoglobulina A, um anticorpo que nos ajuda a defender de infecções comuns, caíram significativamente entre aqueles que rabiscaram o corpo pela primeira vez. Por outro lado, as pessoas que já tinham outras tatuagens apresentaram menor queda nos seus níveis de imunoglobulina A.

O estudo explica que após fazer uma tatuagem podes pegar um resfriado, pois o sistema imunológico fica enfraquecido devido ao estresse do processo. Mas, assim como uma vacina, a tattoo “ensinará” o corpo a combater infecções, levando-o a se tornar mais forte com o passar do tempo.

“Depois da resposta ao estresse da tatuagem, o seu corpo retorna a um equilíbrio. No entanto, se continuar com as tattoos com frequência, em vez de voltar para o mesmo ponto, ele se ajustará a um nível mais elevado”, esclarece ao site Science Daily Christopher Lynn, um dos autores da pesquisa.