Todos nós temos aquele telemóvel de “antigamente” preferido. Aquele que caía do terceiro andar e ficava intacto. No caso dos terroristas, o Nokia 105 é o “the” telemóvel. O Conflict Armament Research (CAR), indica-nos os dez telemóveis mais capturados que foram usados por terroristas, no Iraque em 2014, e o 105 da marca finlandesa está no topo da lista.


Usado principalmente para fazer explodir bombas de forma remota, o aparelho  é utilizado de forma “consistente” acima de todos os outros dispositivos.

Em entrevista à NBC News, Jonah Leff, diretor de operações do CAR, explica que a razão do telemóvel ser tão utilizado se prende com a conveniência e o fornecimento. Para Leff, o ISIS “descobriu uma maneira de ter grandes quantidades deste telefone básico e barato”. O Nokia 105 está à venda por um preço a rondar os 40 dólares.