Larga o telemóvel. Enquanto estás na passadeira, por exemplo, não faças chamadas nem mandes mensagens. Concentra-te.

Cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, pediram a 2.250 pessoas que classificassem o seu nível de satisfação enquanto se exercitavam. Quem se focou na respiração, no batimento cardíaco e no movimento das pernas mostrou-se mais contente.

Por isso, repetimos: concentra-te. Fala com os teus ‘botões’. Falar contigo próprio enquanto praticas exercício físico pode melhorar o desempenho e ainda dar uma menor perceção do esforço, fazendo com que o treino, no fundo, custe um pouco menos. É o que sugere um estudo publicado no Medicine & Science in Sports & Exercise.