Aaron Sorkin toma cerca de seis duches por dia para manter a sua inspiração de escritor. Se o Óscar de melhor roteiro não for prova suficiente de que está no caminho certo, um novo estudo do jornal Thinking & Reasoning, prova que tu também consegues gerar melhores ideias quando não te esforças tão arduamente para as ter e permites apenas que a tua mente vagueie.

Investigadores colocaram os participantes a resolverem jogos de palavras, em seguida questionam se as respostas tinham surgido num súbito impulso ou através de uma abordagem analítica.

Quando as respostas surgiram de um momento “Aha!”, tinham uma maior probabilidade de estarem correctas, do que aquelas que surgiam via “resolução de problema”.

O porquê: quando usas uma metodologia técnica para resolveres um problema, o lóbulo frontal do teu cérebro está altamente activado, explica um dos investigadores, o Dr. John Kounios.

503920443
O teu lóbulo frontal mantém-te hiper focado — o que é óptimo se precisares de energia através de uma folha de cálculo, mas mau se estiveres preso num problema.

Quando estás “embrulhado”, precisas de uma perspectiva fresca. Mas esse estado de hiper-foco dá-te uma visão em túnel. Tens uma maior probabilidade de quebrares um roteiro estabelecido, do que chegares a novas ideias.

Quando relaxas e deixas a mente vaguear, a actividade no lóbulo frontal diminui e a actividade numa parte do cérebro, designada cingulado anterior, aumenta. O cingulado anterior controla o cérebro para as ideias inconscientes, que de outra forma tu não irias notar.

“Literalmente expande o teu alcance de pensamento”, diz o Dr. Kounios.
grohe-powersoul-cosmopolitan

É por isso que podes ficar parado em frente ao computador durante 40 minutos, a tentar descobrir a resposta, e de repente, no momento em que te levantas para ir embora — bam — a solução perfeita surge.

Não precisas passar o dia a passear pelo escritório ou a tomar duches, para que te surjam aqueles momentos de ideias fantásticas. Experimenta estabelecer um tempo limite em que ficas em frente ao ecrã antes de te forçares a dar uma volta, diz Kounios.

Se vais para o trabalho de carro, desliga o rádio e vê o que salta na tua mente naqueles momentos de silêncio. Poderá ser a tua próxima excelente ideia!