Armado-Scoot

“Impossível é morrer sem expor no Museu do Louvre”

Armando Scott tem várias paixões mas o amor é pela arte plástica.

Apesar de ainda não ter passado a casa dos 20, já conta no currículo vários prémios concedidos pela Embaixada de Itália em Angola, Universidade Lusófona, COVIRAN 2015, Concurso de belas Artes “250 anos de Manuel Bocage”, entre outros. O artista nasceu em Luanda e foi em Lisboa onde se formou em Belas Artes, na Universidade Lusófona.

Para a conquista dos seus objectivos leva na mente a frase “I have a dream”, de Martin Luther King, porque “tudo é possível” e o impossível para Armando é “morrer sem expor no Museu do Louvre”, em Paris. E no esforço do seu trabalho conseguiu algumas participações em exposições, como por exemplo “Yeosu Korea” em 2011, na Coreia do Sul, Exposição Museu de Histórias Naturais em Luanda, de 2006 a 2008, e Exposição Galeria Celamar (CoopeArte), em 2011.

Armado Scoot| FOTOGRAFIA - Eddie Pipocas_-5Decidimos desafiar Armando Scott para elaborar uma peça em exclusivo para a nossa revista e o vídeo abaixo mostra o resultado que, com todo o gosto, vai fazer parte da colecção privada de obras de arte da BANTUMEN.

TRABALHO DE PRETO
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.