Facebook recompensa rapaz de 10 anos que hackeou Instagram

O Facebook tem um programa de bug que paga a quem encontrar falhas dentro das suas infra-estrutura digital e que este ano já facturou uma boa “nota” a um utilizador, que com 10 anos é o mais novo de sempre.

Segundo a agência de notícias finlandesa Iltalehti, Jani, uma criança finlandesa de apenas 10 anos, mostrou que o Instagram tinha uma vulnerabilidade de segurança que permitia a qualquer um apagar comentários ou notas de qualquer conta, algo que era uma falha grave e que poderia levar a situações mais graves.

Este é provavelmente o mais novo hacker de que há conhecimento, e que conseguiu descobrir uma falha num serviço. O seu feito rendeu-he a módica quantia de 10 mil dólares, pagos pelo Facebook.

Instagram: @bantu_men

Instagram: @bantu_men

Jani conseguiu puxar a si o título de hacker mais novo, a reportar uma falha num dos serviços do Facebook. O vencedor anterior tinha 13 anos quando apresentou a falha que tinha descoberto.

O prémio que Jani recebeu faz parte do programa de recompensas que o Facebook instituiu e que premeia quem reporta bugs ou falhas de segurança. No ano de 2015 foram atribuídos 936 mil dólares a 210 investigadores diferentes, de um total de 13 mil submissões. Dessas, 102 fora consideradas de elevado impacto.

Com 10 anos Jani consegue um excelente prémio para a descoberta de uma falha grave, ainda para mais quando não tem sequer idade para usar o Instagram.

nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.