Fatma Samoura foi eleita a secretária-geral da FIFA, tornando-se na primeira mulher a conseguir chegar à posição número dois do organismo.

A escolha foi anunciada por presidente Gianni Infantino no 66.º congresso da FIFA, que decorre na Cidade do México.

“Fatma é uma mulher com experiência internacional e tem a visão de alguém que trabalhou nos maiores desafios dos nossos tempos. Provou que tem a habilidade para construir e liderar equipas e melhorar o seu funcionamento. É uma pessoa que entende que a transparência é o ‘coração’ de um empresa organizada e bem gerida”, disse o dirigente italo-suíço.

De acordo com os estatutos da FIFA, a nomeação de Fatma Samoura terá que passar pelo comité de revisão do organismo, sendo esperado que a dirigente senegalesa assuma funções no mês de junho.

Salmoura nasceu no Senegal, em 1962, e é diplomata da ONU, a mais antiga no seu país, o que lhe proporcionou trabalhar nos últimos 20 anos em vários países africanos.