O primeiro modelo NSX saiu no início dos anos 90 e foi aprovado pelo piloto Ayrton Sena. Este foi um super-desportivo que fez história pelo vanguardismo tecnológico. Em 2015, ano em que a Honda regressa à Formula 1, há um novo NSX a descobrir e que tem feito as delícias de vários salões automóveis.

À semelhança do primeiro modelo, este mantém a carroçaria em alumínio embora conte com um “fundo plano” em carbono, como os monolugares de F1. Mas este coupé de 4,47 metros de comprimento tem mais novidades porque aposta de forma clara na tecnologia híbrida.

tem um motor colocado em posição central, atrás do habitáculo. Neste caso é um V6 biturbo, que será complementado com três motores eléctricos. Dois deles surgem no eixo dianteiro e estão associados a cada uma das rodas, e o terceiro está acoplado ao bloco de combustão interna e associado à caixa automática de nove velocidades.

A potência total ronda os 550 cv. Sabe-se que terá quatro modos de condução – Quite para passear; Sport e Sport Plus para os mais dinâmicos; e Track para uma utilização em pista – e pensa-se que poderá ultrapassar os 300 km/h e passar de 0 a 100 km/h em três ou quatro segundos, mas estes valores são especulativos.