Já começou o Angola Fashion Week, que este ano dá destaque à Palanca Negra.

O espaço do Complexo Paz Flor em Luanda recebeu os convidados deste primeiro dia de evento, que contou com os desfiles de Angola Fashion School, Amapá [Brasil], Requinte & Lealdade, Antonieta Almeida [São Tomé], Didi, Exotrik [Cabo Verde], Gio Rodrigues [Portugal], Laud’s, King & Queen, Hellen Costure, Farrusca e Tom Ford by Du Carmo.

Cores vivas e padrões tipicamente africanos foram a imagem de marca do dia.

Nos próximos dias, fica a promessa da organização, na voz de Ndalo de Morais, director-geral do evento, que disse que esta edição “vai mostrar tendências e produções que se fazem fora do país pelos grandes criadores estrangeiros, para além da melhoria do  intercâmbio entre estilistas angolanos e estrangeiro”.

Cores vivas e padrões tipicamente africanos foram a imagem de marca do dia.

Nos próximos dias, fica a promessa da organização, na voz de Ndalo de Morais, director-geral do evento, que disse que esta edição “vai mostrar tendências e produções que se fazem fora do país pelos grandes criadores estrangeiros, para além da melhoria do  intercâmbio entre estilistas angolanos e estrangeiro”.