Aconteceu ontem a gala dos BET Awards, o evento que premeia os afro-americanos que mais se destacaram na cena musical no ano anterior. Mas este ano, a figura principal do evento não foi o artista mais premiado e sim Jesse Williams que surpreendeu com um discurso poderosíssimo sobre a descriminação racial nos Estados Unidos.

Beyoncé foi a artista mais galardoda da noite, com quatro estatuetas (estava nomeada em cinco categorias): Melhor Artista Feminina de R’nb/Pop; Vídeo do Ano (“Formation”)Melhor Parceria e Prémio Coca-Coca-Cola Viewers.

Mas não foi só de prémios que Beyoncé foi o nome mais destacado no evento. Queen B e Kendrick Lamar abriram o evento com uma actuação brilhante de Famous, que podes ver AQUI.

Outro momento alto e que está a correr a imprensa internacional e as redes sociais foi o grande (em tempo e em mensagem) discurso de Jesse Williams, actor que ganhou popularidade em “Anatomia de Grey“.

Jesse foi aplaudido de pé pelo poderoso discurso sobre a luta pela  igualdade de direitos para os negros que proferiu depois ser homenageado com o prémio “BET’s Humanitarian Award”, pelo seu trabalho como activista na associação Black Lives Matter.

“Este prémio não é para mim, é para os verdadeiros organizadores de todo o país, para os activistas, os advogados de direitos civis e para os pas que lutam, para os professores e alunos que estão a perceber que um sistema construído para nos dividir, empobrecer e destruir não pode se elevar se nós o fizermos. É uma questão de matemática simples,” começa assim o agradecimento de Jesse.

“O que temos feito é olhar para os dados e sabemos que a polícia tem feito esforços para desarmar e não matar pessoas brancas todos os dias. Estarmos aqui a dedicar nossa vida para ganhar dinheiro e para o dar de volta aos mesmos, para usar a marca de alguém, quando passámos séculos a rezar com marcas na nossa pele?

A liberdade é algo que ‘vai chegar’… numa outra vida… mas sabemos que o futuro é uma confusão. Nós queremo-la agora.” Este é um pequeno exceto das palavras bem medidas de Jesse Williams, que acabou por roubar o protagonismo do evento.

Vê aqui o discurso na íntegra (podes optar por legendas em português nas definições do vídeo):

 

Lista dos vencedores:
Melhor Artista Feminina de R&B/Pop
ADELE
ANDRA DAY
BEYONCÉ
K. MICHELLE
RIHANNA

Melhor Artista Masculino de R&B/Pop
BRYSON TILLER
CHRIS BROWN
JEREMIH
THE WEEKND
TYRESE

Melhor Grupo
2 CHAINZ & LIL WAYNE
DRAKE & FUTURE
PUFF DADDY & THE FAMILY
RAE SREMMURD
THE INTERNET

Melhor Parceria
BIG SEAN FT. CHRIS BROWN & TY DOLLA $IGN – PLAY NO GAMES
BIG SEAN FT. KANYE WEST & JOHN LEGEND – ONE MAN CAN CHANGE THE WORLD
FUTURE FT. DRAKE – WHERE YA AT
NICKI MINAJ FT. BEYONCÉ – FEELING MYSELF
RIHANNA FT. DRAKE – WORK

Melhor Artista Masculino de Hip Hop
DRAKE
FETTY WAP
FUTURE
J. COLE
KANYE WEST
KENDRICK LAMAR

Melhor Artista Feminina de Hip Hop
DEJ LOAF
LIL KIM
MISSY ELLIOTT
NICKI MINAJ
REMY MA

Vídeo do Ano
BEYONCÉ – FORMATION
BRYSON TILLER – DON’T
DRAKE – HOTLINE BLING
KENDRICK LAMAR – ALRIGHT
RIHANNA FT. DRAKE – WORK

Director do Ano
BENNY BOOM
CHRIS BROWN
COLIN TILLEY & THE LITTLE HOMIES
DIRECTOR X
HYPE WILLIAMS

Artista Revelação
ALESSIA CARA
ANDRA DAY
BRYSON TILLER
KEHLANI
TORY LANEZ

Prémio Dr. Bobby Jones Melhor Gospel/Inspiração
ANTHONY BROWN & GROUP THERAPY
ERICA CAMPBELL
KIRK FRANKLIN
LECRAE
TAMELA MANN
TASHA COBBS

Melhor Actriz
GABRIELLE UNION
KERRY WASHINGTON
TARAJI P. HENSON
TRACEE ELLIS ROSS
VIOLA DAVIS

Melhor Actor
ANTHONY ANDERSON
COURTNEY B. VANCE
IDRIS ELBA
MICHAEL B. JORDAN
O’SHEA JACKSON JR.

Melhor Estrela Jovem
AMANDLA STENBERG
QUVENZHANÉ WALLIS
SILENTÓ
WILLOW SMITH
YARA SHAHIDI

Melhor Filme
BEASTS OF NO NATION
CONCUSSION
CREED
DOPE
STRAIGHT OUTTA COMPTON

Melhor Atleta Feminina
CHEYENNE WOODS
GABRIELLE DOUGLAS
SERENA WILLIAMS
SKYLAR DIGGINS
VENUS WILLIAMS

Melhor Atleta Masculino
CAM NEWTON
KOBE BRYANT
LEBRON JAMES
ODELL BECKHAM JR.
STEPHEN CURRY

Prémio Coca-Cola Viewers’
BEYONCÉ – FORMATION
BRYSON TILLER – DON’T
CHRIS BROWN – BACK TO SLEEP
DRAKE – HOTLINE BLING
FUTURE FT. DRAKE – WHERE YA AT
RIHANNA FT. DRAKE – WORK

Prémio Centric
ANDRA DAY – RISE UP
BEYONCÉ – FORMATION
K. MICHELLE – NOT A LITTLE BIT
RIHANNA – BBHMM
THE INTERNET – UNDER CONTROL

Melhor Artista Africano
AKA (SOUTH AFRICA)
BLACK COFFEE (SOUTH AFRICA)
CASSPER NYOVEST (SOUTH AFRICA)
DIAMOND PLATNUMZ (TANZANIA)
MZVEE (Ghana)
SERGE BEYNAUD (COTE D’IVOIRE)
WIZKID (NIGERIA)
YEMI ALADE (NIGERIA)

Melhor Artista Britânico
KANO
KREPT & KONAN
LIANNE LA HAVAS
SKEPTA
STORMZY
TINIE TEMPAH