Já sabemos que estás farto de ouvir falar do Pokémon Go, mas a verdade é que com a quantidade de informação diária que recebemos sobre o assunto, tanto através dos media como das redes sociais, não dá para passar ao lado da febre.

No centro comercial, no jardim, na escola, no emprego, no cemitério, numa esquadra de polícia e até numa conferência de imprensa na Casa Branca, há pessoas vidradas nos seus smartphones a ouvir aquela musiquinha [irritante] e a tentar caçar aqueles seres imaginários.

A história dos Pokémons começou em 1995, no Japão, quando a Pokémon Company lança alguns jogos para o Game Boy, através da Nintendo, e que mais tarde se tornaram em desenhos animados para televisão, filmes, mangas, jogos de cartas, entre outros.

O sucesso da marca foi tal que só os jogos registaram mais de 200 milhões de cópias e a empresa, até 2013, acumulou mais de 40.9 mil milhões de dólares, em todo o mundo.

O objectivo é simples. Os jogadores, chamados de treinadores, têm de completar a Pokédex, capturando Pokémons de todas as espécies disponíveis, e treinar as criaturas para poderem competir contra outros treinadores.

Para poderes perceber melhor a febre do jogo, que já chegou a ter mais popularidade que pornografia, convidámos o Monsta para mostrar como caçar Pokémons.

O rapper dos Dope Boyz também foi fã dos desenhos animados, até se lembrou do nome de algumas espécies, mas confessou que não é fácil ser treinador. É preciso andar bastante e o calor que se faz sentir em Lisboa pode não ser amigo de grandes passeios debaixo do sol.

Vê no vídeo como é que correu esta primeira caça ao Pokémon com Monsta.

[Fancy_Facebook_Comments]