De acordo com o site Pitchfork, Frank Ocean já não é membro da Def Jam, apesar do álbum visual Endless ainda fazer parte do contrato com a label.

Blonde é um trabalho independente e onde nem há menção à Def Jam. “Enquanto os créditos no fim de Endless estão endereçados à Def Jam, os metidos de Blonde indicam apenas créditos a Boys Don’t Cry, que é também o nome da revista lançada pelo artista”, escreveu a Pitchfork.

Ainda não houve qualquer declaração oficial das duas partes. Se a informação for verdadeira, Frank Ocean torna-se assim no maior artista independente da indústria musical.

[Fancy_Facebook_Comments]